sábado, 10 de setembro de 2016

Aprendizado

Em I Coríntios 10:12 Paulo declara: "Aquele, pois, que pensa estar em pé, olhe que não caia." E, em II Pedro 1:10, Pedro diz: "Portanto irmãos, procurai, com diligência cada vez maior confirmar a vossa vocação e eleição; porquanto, procedendo assim, não tropeçarás em tempo algum.
Onde está a diferença?
Muitas vezes olhamos para declaração de Paulo, e achamos que naquele momento ele estava apenas dando um piteco nas pessoas, que se acham, ou tem mania de julgar as outras quando elas tropeçam. Por outro lado, olhamos para o que Pedro diz, e podemos interpretá-lo como um “se você fizer tudo certinho, jamais tropeçará”.
A verdade é que ambos buscam mostrar que o nosso crescimento espiritual, que o nosso crescimento como ser humano, como pessoa, parte de um princípio de mudanças de comportamento e em como enxergamos e lidamos com as dificuldades da vida.
O apóstolo Paulo busca focar nesse texto I Coríntios 10:1-13, qual o comportamento que tiveram os israelitas que não conseguiram entrar na Terra prometida, não era um simplesmente “não confiavam em Deus”.
Não! Eles buscavam seus próprios interesses, eram murmuradores, facciosos, ingratos,.. No entanto, Pedro busca focar em II Pedro 1:3-10 quais comportamentos podemos ter para não tropeçar, ou seja, ao confiar no Senhor, some a isso, a prática da excelência em tudo que fizer, a fim de obteres habilidade na resolução de problemas, agindo assim, ganharás inteligência e conhecimento sobre Deus e si mesmo, exerça o auto controle ao invés de preferir, murmurar, criticar, julgar, lamentar, faça isso com constância, resiliência e generosidade, não buscando apenas o que lhe interessa, mas praticando o verdadeiro amor que reside na justiça e não no merecimento.
“Enfim Pedro deixa bem claro que não basta dizer “eu creio em Deus” e por isso, Ele vai evitar que tropecemos, que meçamos os pés pelas mãos, que enfiemos o pé na jaca, que chutemos o pau da barraca”.
Não! Nosso crescimento é uma melhoria contínua, é um esforço a mais todos os dias, e quanto mais rápida for a nossa compreensão dessas verdades, maior será a nossa sabedoria ao enfrentarmos as situações difíceis da vida, os desafios que nos apresentam todos os dias, e ainda que venhamos a tropeçar, não ficaremos prostrados.

Postar um comentário