domingo, 21 de abril de 2013

Colheita


A Bíblia diz:
Ao ver as multidões, teve compaixão delas, porque estavam aflitas e desamparadas, como ovelhas sem pastor. Então disse aos seus discípulos: “A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos.”
Mateus 9:35-37

FORMAÇÃO DE COLHEITA
No momento da colheita, é preciso saber que cada hortaliça apresenta em certa fase do crescimento suas melhores características de sabor, aparência e qualidade. E é nessa ocasião que ela deve ser colhida. Vejamos agora algumas orientações importantes que devem ser observadas:
■ O reconhecimento do ponto de colheita é feito pela idade da planta, desenvolvimento das folhas, frutos, raízes ou outras partes que serão consumidas, ou pelo amarelecimento e secamento das folhas. Se a hortaliça for colhida antes do seu completo desenvolvimento pode apresentar-se tenra mas sem sabor. Por outro lado, se for colhida tardiamente, estará fibrosa ou com sabor alterado.
■ Em geral, as hortaliças folhosas são colhidas quando estão tenras e, de preferência, nos horários mais frescos do dia. As hortaliças de flores são colhidas quando os botões estão fechados. As hortaliças de frutos podem ser colhidas quando as sementes não estão completamente formadas e a qualquer hora do dia. Por último, as hortaliças de raízes e brolhos quando estão completamente desenvolvidas devem ser colhidas no início da manhã.
Se as hortaliças não forem consumidas logo após a colheita, é preciso armazená-las nas prateleiras mais baixas da geladeira. Se não houver geladeira, ponha-as em lugar fresco, bem arejado e protegidas do sol.

Interessante! Mas, sabe o que aprendo aqui, que até para colher é necessário ter paciência, sensibilidade e conhecimento sobre o que está colhendo.
Jesus reunia em si o verdadeiro perfil de alguém que sabe trabalhar na colheita. Apesar da seara ser grande, me refiro ao mundo em que vivemos, os trabalhadores são poucos, porque são inexperientes.
É preciso ter paciência para esperar o momento certo, sensibilidade para enxergar um tesouro em meio a uma vida de pecado e conhecimento para se chegar ao coração, não há uma palavra chave, não há uma receita pronta.
Que o Senhor nos ajude a entendermos que fomos chamados para o ministério da reconciliação., a conduzir aqueles que estão presos em seus medos, limitações e fraquezas a viver uma vida não para si mesmo, mas, uma vida por Cristo. II Coríntios 5:18

Fiquem Na Paz!

Postar um comentário