segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Mulheres de Valor - Parte1


Daqui a um mês aproximadamente, pois este mês é de 28 dias, estaremos comemorando no dia 8 de Março - “DIA INTERNACIONAL DA MULHER”.E nada mais justo e interessante do que estar postando textos voltado para a mulher.
Para você, jovem, adulta, senhora, solteira, casada, viúva, mãe, avó, esposa, irmã, amiga, simplesmente mulher, o meu desejo é que cada texto aqui postado, vá de encontro a cada uma de suas necessidades.

E para começar, um texto de uma mulher maravilhosa Magda de Ângelo Rodrigues


A bíblia nos conta várias histórias de mulheres que viveram na mesma época que Jesus.

Depois de serem tocadas por ele, passaram a segui-lo .

O que levava essas mulheres a seguir Jesus ?

• Jesus valorizou a mulher numa época e dentro de uma cultura onde o sexo feminino não tinha valor algum. Todo judeu religioso orava todos os dias agradecendo por não ter nascido grego , nem escravo, nem mulher.A mulher só tinha significado através do casamento ( não para ela ser feliz, mas para servir aos homens ) e para gerar filhos .

• Jesus respeitou e reconheceu a alma feminina.

• Jesus resgatou o valor da obra da criação do Pai. Quem eram as mulheres do tempo de Jesus ?

• Sem valor

• Iletradas

• Discriminadas

• Sedentas por serem valorizadas e amadas.

• Apontada para o castigo toda vez que ela não conseguia produzir uma boa vida familiar e não conseguia gerar filhos.

• Eram mulheres com a alma profundamente afetada. Quem são as mulheres dos dias de hoje ?

• Conquistaram muitas coisas no campo profissional, social e afetivo.

• Trabalham em dupla jornada ( trabalham em casa e na sua profissão ).

• Ainda sofrem discriminação em várias áreas.

• Tem sede de nutrir relacionamentos.

Deus criou a mulher da mesma espécie que o homem, porém, a criou com características diferentes.Juntos, homem e mulher dariam uma dimensão perfeita no relacionamento.

Eu acredito que Eva foi a única mulher que, antes da desobediência, experimentou um relacionamento perfeito com seu marido Adão.

Assim também, Adão era 100 % realizado no seu relacionamento com Eva.

O primeiro problema no relacionamento de Adão e Eva, foi quando ele colocou a culpa da desobediência nela.

Que cara insensível e chato ! “Disse o homem : Foi a mulher que me deste por companheira que me deu do fruto da árvore, e eu comi “ Gênesis 3 : 12Na verdade, homem e mulher , ambos desobedeceram a Deus.

E por causa disso as conseqüências vieram.

O homem foi afetado na sua competência de seu trabalho, ganharia a vida com o suor do rosto e passou a dominar sobre a mulher, talvez porque sua força física é maior do que a da mulher.

Por sua vez, Deus fez a mulher para enriquecer os relacionamentos.

Por sua própria essência, a mulher é ligada ao outro ser humano.

Ela é capaz de ter pra si e derramar amor sobre os outros.

Por causa da desobediência, a mulher foi afetada.

Eva não conseguia ter mais o mesmo relacionamento com Adão, ele se tornou uma frustração para ela. Seu coração passou a ficar sedento de amor pois não era mais correspondida.

Se nesta noite eu perguntar, o que mais te aflige ?

Tenho certeza que você dirá que é alguma área de relacionamento.

Já aconteceu de você estar feliz da vida até receber uma ligação de um filho ou alguém querido dizendo que não está bem ?

Pronto, já é motivo para nossa alegria ir embora.

Você se sente culpada quando está ausente para com alguém que ama ?

As mães de filhos pequenos que o digam !

Nos nossos dias, as mulheres são as maiores consumidoras de livros sobre relacionamentos no mundo inteiro.

Há uma sede incrível entre as mulheres.

Temos necessidade de sermos realizadas nos relacionamentos .

Hoje eu te convido para mergulhar nossa alma e entendimento na história da vida de algumas mulheres e aprender lições preciosas.

1. Viúva de Naim , mulher que experimentou o sustento e o consolo de Jesus.Lucas 7:11 – 17 (narrativa romanceada extraído do livro : Mulheres que tiveram um encontro com Jesus de Wanda Assumpção)

Já passei por dias difíceis. Aliás, pensando bem,minha vida nunca foi fácil. Nasci em uma família pobre no vilarejo quase totalmente desconhecido na cidade de Naim. Desde pequena tive de ajudar a arrumar dinheiro para não passarmos fome . Eu ia com outras crianças juntar os grãos que eram deixados para nós em alguns campos longe da cidade. Era uma longa caminhada e o trabalho era cansativo. Eu voltava para casa imunda, nem sempre com grãos suficientes para fazer o pão, nosso principal alimento.Casei-me cedo com um moço bom e trabalhador, mas pobre como nós.Meu marido conseguiu construir uma casinha para nós . Eu o ajudei, fazendo tijolos que usaríamos, assando-os ao sol quente para ficarem bem resistentes.Apesar da situação precária, fui feliz. Nosso primeiro filho nasceu forte e bonito.Achei que logo engravidaria de novo, mas nenhum irmão veio fazer-lhe companhia.Nem tive temo de me preocupar com a falta de outros filhos. Aquele menino enchia meus dias de alegria. Dava a ele toda atenção e carinho. Lhe ensinava tudo o que sabia a respeito do nosso povo, nossas tradições, nosso Deus.Vivi cheia de alegria por anos. No entanto, de um dia para o outro, minha vida virou de cabeça para baixo. Meu marido adoeceu e morreu.O que era a pobreza, ao lado de um marido bom e trabalhador, comparada com o desespero de ficar sozinha, dependendo de amigos e parentes para sobreviver?Após o sepultamento do meu marido tive de enfrentar a nova realidade. Aos poucos, percebi que meu filho se tornava um jovenzinho de músculos bem formados e que seu trabalho começava a render mais que o meu. Via a mão de Deus dirigindo cada um dos nossos passos. Uma felicidade suave me cobria, como um manto protetor.Tivemos uma epidemia na cidade e meu filho foi atingido. Enquanto molhava o pano na água fria, eu orava, pedindo pela vida do meu filho. Enquanto aplicava a compressa, eu orava, enquanto ia buscar mais água, orava de novo. Tinha a impressão de que a vida de meu filho dependia das minhas orações. Deus o levou. Como queria estar morta ! Assim não sentiria aquela dor terrível no peito.No pusemos a caminho para o enterro do meu filho. Cada passo era uma tortura, pois me conduzia para mais perto do lugar onde meu filho estaria para sempre longe do alcance dos meus braços. Ao aproximarmos do portão da cidade, um homem magro e queimado do sol se destacou e veio até nós. Ele me olhava com tanta compaixão que meu choro redobrou e os soluços aumentaram de intensidade. Com voz firme, porém terna, ele me disse :“Não chore “. Fiquei perplexa. Acaso era Deus para saber a razão do meu sofrimento ?Então ele falou novamente , desta vez com a firmeza inconfundível da autoridade :“Jovem, eu lhe digo, levante-se “Meu filho ficou sentado, ainda envolto nos panos fúnebres, perguntando o que havia acontecido.Gritei de alegria, meu coração martelava violentamente. O tom rosado de saúde voltara ao rosto do meu filho. A doença se fora e a morte foi derrotada. Era demais para a minha compreensão, mas eu sei que o próprio Deus o reviveu. Meus olhos contemplaram a bondade e seu toque me trouxe de volta alegria . Ficar viúva nos nossos dias não é fácil, nos tempos de Jesus então,era terrível.A única fonte de sustento era o marido, quando ele morria, elas ficavam à mercê da bondade de parentes e amigos.Devido a intimidade que o casamento produz, ficar viúva é o mesmo que amputar um pedaço de si. A protagonista da nossa história passou pela perda do marido e agora experimentava a perda do único filho que tinha.A dor daquela mulher foi tão forte, que o próprio Jesus foi atraído por ela .Ele foi ao seu encontro, tirou a dor daquele coração ferido e dilacerado, restaurou a alegria quando fez aquele moço viver novamente. Jesus sentiu a mesma dor que aquela viúva sentia e se compadeceu dela. Compadecer = sentir a sua dor, a sua angustia ,sofrer com a outra pessoa.Jesus nos mostra com essa história, que Ele se importa conosco.

2. A mulher samaritana , teve sua sede saciada por Jesus Ler João 4 : 1- 42 (narrativa romanceada extraído do livro : Mulheres que tiveram um encontro com Jesus de Wanda Assumpção)

Cada passo que eu dava era um esforço penoso. O cântaro vazio que equilibrava na minha cabeça oferecia pouca proteção contra o sol forte do meio dia. Pensamentos sombrios e amargos franziam minha testa em rugas profundas e puxando para baixo os cantos da minha boca que já não lembrava mais de como sorrir. A expressão dura e fechada me fazia parecer muito mais velha do que os meus anos de vida. Não sentia a menor disposição para mudar.Tantas feridas já havia sofrido, tantas vezes fui rejeitada, magoada, brutalizada e sempre dei a volta por cima. Não precisava da pena de ninguém.Mas o que era aquilo ? Havia um homem junto ao poço. Desviando o olhar, aproximei- me do poço para tirar água. Da minha parte, não abriria o bico. Ele não falaria comigo, primeiro por ser mulher, e depois, por ser samaritana. Os judeus não gostam dos samaritanos.- Dê –me um pouco de água. ( escutei )Pega de surpresa, olhei aquele que me dirigia a palavra. De homens eu entendia, eles só falavam comigo com interesse no meu corpo.Revidei logo:- Como o Senhor sendo judeu, pede a mim, uma samaritana, água para beber ?-Se você conhecesse o dom de Deus e quem lhe está pedindo água, você teria pedido e ele lhe teria dado água viva.Meu coração deu um salto ao ouvir tais palavras. Achei que não tivesse ouvido direito.Engolindo seco, argumentei :- o senhor não tem como tirar água, e o poço é fundo. Onde pode conseguir essa água viva ? - Quem beber da água desse poço terá sede outra vez, mas quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede.Ao contrario, a água que eu lhe der se tornará uma fonte de água a jorrar para a vida eterna. - Senhor, dê-me então dessa água, para que eu não tenha mais sede, nem precise voltar aqui para tirar água.- Vá, chame seu marido e volte. Ah, para que ele foi falar isso. Tocando o cerne da minha vergonha e da minha dor ?Eu sabia que ele prometia algo bom demais para ser verdade. - Não tenho marido, respondi.- O que você acabou de dizer é verdade. Não tem marido. Você já teve cinco, e o homem com quem vive agora não é seu marido.Como ele podia saber disso ? Ah,então estava explicado ! Eu estava falando com um profeta.Senti o olhar bondoso daquele homem entrando nos lugares mais profundos da minha alma, trazendo à tona minhas decepções, minha amargura, o desprezo de que eu era um objeto.Não conseguia ocultar a sede voraz de amor, sede de ternura e apreciação. Lembrei-me das esperanças, dos sonhos que levava para o primeiro casamento. A cada novo casamento, menos esperança me restava,saía machucada e com a alma em farrapos. Estava cansada !Aquele homem me ensinou algumas coisas sobre Deus. Ele me fez tirar os olhos dos acontecimentos da minha vida e elevá-los até o trono de Deus.Pude,então, vislumbrar a verdade que nunca conhecera antes. Tudo começa e termina em Deus . Eu já ouvi falar que um Messias está por vir e nos revelará tudo acerca de Deus. Olhando-me bem nos olhos, ele disse :- Eu sou o Messias ! Eu, que estou falando com você.O Messias, Deus em pessoa ! Aquele que viria para restaurar nosso relacionamento com Deus. Ele salvaria o povo de seus pecados e restauraria o relacionamento dos homens com Deus.E agora, ali estava ele, em pé diante de mim, oferecendo-se para saciar a minha sede com a água viva do amor de seu Pai.Deus havia me buscado na pessoa daquele homem. Eu, face a face com o Messias, e nessa face encontrei uma compaixão tão doce e graciosa que me encheu de alegria e paz. Como podia sentir-me desvalorizada se ele falava comigo a respeito do Pai ?Endireitei-me e ergui a cabeça. Era como se uma fonte de água viva já jorrasse no meu interior, lavando as mágoas, as rejeições, as tristezas que por tanto tempo me mantiveram cativa.Num ímpeto de alegria, larguei o cântaro junto ao poço e, sentindo que meus pés tinham asas, corri à cidade para contar a todos que encontrasse a respeito do Messias, Filho de Deus! Deu para perceber que a mulher dessa história tinha uma vida bem complicada.Era infeliz nos seus relacionamentos. Não podia contar com amor e cuidado de ninguém. Estava sempre sozinha. Mas sua vida foi transformada quando ela teve um encontro pessoal com Jesus naquele poço. No entanto, foi ela que Jesus declarou pela primeira vez ser o Messias, Filho de Deus. A mulher não hesitou. Aceitou de braços abertos a noticia , teve sua sede saciada e correu a espalha-la entre todos os que se dispuseram a ouvir.

3. Meu testemunho Era dia 02 de janeiro de 2007. Nunca vou esquecer !

Geralmente, as pessoas tentam entrar na rotina novamente. Afinal, são muitos dias de noites mal dormidas e comilança desde o natal até a festa do final de ano. Comecei a passar mal já no dia 1o do ano, após o almoço com a família.Minha mãe falava que o meu mal estar era emocional .E na verdade, era mesmo, eu sabia o porquê. É que no dia seguinte eu iria passar pelo processo mais doloroso do meu tratamento, a quimioterapia. A cirurgia já tinha acontecido e fora um sucesso. Juro que não sofri. Se sofri, não me lembro mais.Mais a quimioterapia me assustava. Tive muito medo! Me veio também sentimentos de pânico misturado com angustia, isso refletiu no meu corpo. Fiquei fraca e enjoada.Eu sabia que aquele tratamento era para acabar com qualquer possibilidade de ter ficado células malignas, mas as células boas do meu corpo não seriam poupadas. Quando me olhava no espelho e passava as mãos nos meus cabelos, não suportava a idéia de perdê-los. Quer coisa mais chata ainda mais para uma mulher perder seus cabelos ? E se eu tivesse mesmo todos aqueles efeitos colaterais que disseram que teria ?Eu não poderia mais vir aos cultos, não poderia passear com meu marido e filhos, até as minhas idas ao mercado, banco,coisas de rotina eu teria que me privar. Mais o meu medo maior era perder o convívio em família. Como explicar para meu filho pequeno que a mamãe não tinha forças para brincar com ele e que sentia muito enjôo para preparar seus bolos de cenoura com chocolate ? Como esconder um corpo debilitado e abatido de um filho adolescente, que é cheio de energia? Como poderia ser bela e atraente para o meu marido que tanto amo ? Como sonhar se eu estava vivendo um pesadelo ?Eu necessitava de ser envolvida com o amor de Deus naquele dia. Somente Ele poderia libertar minha alma. Lembrei e cantei um texto bíblico que diz :“E dar a todos os que choram em Sião uma bela coroa em vez de cinzas, o óleo de alegria em vez de pranto e um manto de louvor em vez de espírito deprimido.Eles serão chamados carvalhos de justiça , plantio do Senhor para manifestação da sua Glória “. Isaias 61:3 Eu entendi naquele dia, que todo sofrimento que viria a passar, seria transformado em glória para Deus. Que loucura ! Esse entendimento entrou no meu coração e recebi um toque especial do Senhor. Ele me encheu com forças e fé para enfrentar aquele tratamento. Meu pranto acabou !O tratamento de quimioterapia durou 06 meses. Tive vida quase que normal.Passava muito mal após cada sessão e ficava de cama por 03 a 05 dias.Depois disso ficava ótima. No lugar do medo, tive forças, fui amparada e cuidada pelo Senhor. Minha comunhão com Deus ganhou uma nova dimensão.Sabia que tudo aquilo que passava era apenas uma vale escuro e sombrio, não ficaria nele. Deus não daria uma prova se eu não suportasse passar por ela. Deus falou muito comigo sobre tomar atitude certa diante daquele vale.


Atitude errada :

• Murmurar

• Ter pena de si mesma

• Parar de sonhar e enfraquecer minha fé

• Deixar o medo me dominar


Atitude correta :

• Buscar a Deus e entregar minha vida à Ele.“Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam”. Romanos 8:28 “Confie no senhor de todo o teu coração”. Provérbios 3:5-6 “Pois sou eu que conheço os planos que tenho para vocês, diz o Senhor, planos de faze-lo prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro”. Jeremias 29:11

• Rever meus valores ( alicerces ) e consertar o que for preciso“Fique comprovado que minha fé é firme”. I Pedro 1:6,7 “Firme está o meu coração ó Deus”. Salmos 108:1 ( Almeida atualizada ) Não terei medo, pois tu estás comigo”. Salmos 23 :4

• Aprender com o vale “... cresçam no conhecimento de Deus . Col 1:11“... olhai os lírios do campo, as aves do céu , elas se preocupam ? Elas vivem o ciclo natural da vida. Deus faz tudo para eles ! Quanto mais nós que somos filhos ? Mateus 6:26 “aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação”. Filipenses 4:12


CONCLUSÃO :Você aprendeu que a mulheres ocupam um lugar especial no plano de Deus. Ele nos conhece e vem ao nosso encontro. Hoje não temos a presença física de Jesus, nossa experiência com ele se dá no plano espiritual, por isso, é ainda mais íntimo. Na pessoa do espírito Santo , ele agora habita em nós. Podemos nos derramar diante dele e receber cura, restauração, alegria,forças... Podemos ouvir sua voz, se tivermos comunhão com Ele.Jesus trouxe até nós o nosso valor, a essência da feminilidade.Eu te convido para você experimentar desse Jesus e ter sua sede saciada.


Um grande abraço!

Postar um comentário