sábado, 3 de outubro de 2009

O Que Você Tem Ouvido?


Um nativo da América e seu amigo estavam na cidade de Nova York e se encontravam caminhando perto da Times Square, em Manhattan. Era a hora do almoço, por volta de 12 horas, e as ruas estavam muito cheias.
Os carros buzinavam, os táxis cantavam pneus ao dobrar as esquinas e o som da cidade era ensurdecedor, ao ponto de surdez.
De repente, o nativo disse: - "Eu ouvi um grilo".
Seu amigo, admirado e espantado, exclamou:
- "O quê! Você deve estar louco. É simplesmente impossível conseguir ouvir um grilo no meio de todo este barulho."
- "Não, eu tenho certeza de ter ouvido um grilo", disse o índio.
- "Isto é loucura", disse o amigo.
O índio ouviu atentamente por alguns instantes e, com passos firmes, atravessou a rua e dirigiu-se a um lugar onde havia um arbusto.
Ele colocou a sua mão no meio do mato e ali, debaixo de algumas plantas, localizou o pequeno grilo.
Seu amigo não podia acreditar no que via.
- "Isto é incrível!" ele disse. "Seus ouvidos não são humanos."
- "Não," ele disse, "Meus ouvidos não são diferentes dos seus. Tudo depende daquilo que lhe interessa ouvir".
- "Isto não pode ser!" disse o amigo. "Eu nunca conseguiria ouvir um grilo no meio de todo este barulho."
- "Sim, é verdade." ele respondeu. "Tudo depende daquilo que é realmente importante para você. Deixe-me mostrar-lhe o que estou tentando dizer."
Ele colocou a mão no bolso, tirou algumas moedas e as deixou cair na calçada. Então, mesmo com todo o barulho da rua cheia de pessoas, eles observaram que todas as pessoas, a uma distância razoável de onde as moedas caíram, voltaram as suas cabeças para ver se elas lhes pertenciam.
- "Você entendeu o que estou tentando lhe dizer"? perguntou o nativo.
- "Tudo depende daquilo que é mais importante para você."


Autor Desconhecido

Postar um comentário